Eletrotécnica


DT-ET001

Sistemas Didáticos Modulares para Acionamento de Motores DC

A eletrônica de potência se refere, entre outros tópicos, à conversão de energia estática e suas aplicações. O sistema DT-ET001 foi projetado e construído com componentes industriais, conforme os padrões educacionais. É a ferramenta apropriada ao estudo teórico-prático de acionamento de motor DC.

Programa Didático

Este treinador permite o estudo teórico-prático dos seguintes tópicos:

  1. Características mecânicas e elétricas de motores DC
  2. Acionamento de motores DC
  3. Acionamento 2Q MOSFET (circuitos de potência e controle)
  4. Acionamento 4Q MOSFET (circuitos de potência e controle)

DT-ET002

Sistemas Didáticos Modulares para Acionamento de Motores AC

A eletrônica de potência se refere, entre outros tópicos, à conversão de energia estática e suas aplicações. O sistema DT-ET002 foi projetado e construído com componentes industriais, conforme os padrões educacionais. É a ferramenta apropriada ao estudo teórico-prático de acionamento de motor AC.

Programa Didático

Este treinador permite o estudo teórico-prático dos seguintes tópicos:

  1. Características mecânicas e elétricas de motores assíncronos trifásicos. 
  2. Circuito equivalente do motor
  3. Acionamento eletrônico de motores assíncronos trifásicos
  4. Técnicas de modulação para inversores
  5. Análise de Modulação de Largura de Pulso (PWM)
  6. Acionamento vetorial tipo FOC
  7. Acionamento escalar V/Hz
  8. Rampa de aceleração e desaceleração 
  9. Controle PID para acionamentos

DT-ET003

Painel Didático para Estudo de Instalações Industriais
(Contatores e Switches)

O painel com interruptores e dispositivos eletromagnéticos é a unidade principal para testes de partidas diretas com manipuladores e de partidas sequenciais com contatores para motores de corrente alternada trifásicos e monofásicos.

Programa Didático

  1. Controle de um contator – partida, parada, impulsos
  2. Controle independente de dois contatores 
  3. Partida com contator para motor assíncrono trifásico de gaiola de esquilo
  4. Telecomando de partida para motor assíncrono trifásico de gaiola de esquilo, com bloqueio nos botões, com finais de curso elétricos, sensores indutivo-capacitivos com retardador
  5. Partida,  telecomando, estrela-triângulo para motor assíncrono trifásico de gaiola de esquilo
  6. Partida com resistências estatóricas para motor assíncrono trifásico
  7. Partida com resistências rotóricas para motor assíncrono trifásico com rotor bobinado
  8. Telecomutador de polaridade para motor assíncrono trifásico com dois rolamentos e Dahlander
  9. Frenagem contracorrente para motor assíncrono trifásico de gaiola de esquilo
  10. Partida sequencial de motores assíncronos trifásicos
  11. Partida com contator,  telecomando de partida para motor assíncrono monofásico
  12. Partida, inversão de partida de um motor assíncrono trifásico de gaiola de esquilo com interruptor-inversor
  13. Partida Y/D, inversão Y/D de partida de um motor assíncrono trifásico de gaiola de esquilo com interruptor-inversor Y/D
  14. Partida de um motor assíncrono trifásico Dahlander com comutador
  15. Partida de um motor assíncrono trifásico com dois rolamentos separados com comutador
  16. Partida de um motor assíncrono monofásico de jaula com interruptor

DT-ET004 - Eletrônica Industrial Básica

Clique aqui para conhecer todos os equipamentos>


DT-ET005

Bancada de Estudo de Inversor de Frequência

Para estudar a aplicação de um inversor de frequência para controle da velocidade de motores trifásicos.

O sistema é baseado em um painel tipo bancada, com um inversor de frequência que controla um motor CA acoplado a um freio que simula carga.

DT-ET006

Bancada de Estudos de Softstarter

O sistema é baseado em um painel tipo bancada, com um ventilador centrífugo tipo Sirocco com regulagem mecânica de vazão de ar. Através de sistema de simulação de defeitos com sinóptico, para supervisão do funcionamento do equipamento, é possível inserir, diagnosticar e reportar os defeitos mais comuns neste tipo de aplicação.


DT-ET007

Sistema para Experimentos de Instalações Industriais com Contatores e Simulador de Falhas

O sistema foi projetado para que os estudantes possam montar, testar e resolver problemas em uma vasta gama de circuitos para controle de motores elétricos. Para montar os circuitos, basta estabelecer conexões entre os dispositivos incluídos no painel, usando os cabos flexíveis fornecidos com o equipamento. 

O painel é feito de material isolante, e constitui o suporte para todos os componentes. A representação gráfica com símbolos elétricos padronizados dos componentes e os terminais com alto grau de proteção contra contatos acidentais simplificam as conexões elétricas.

thumb-eletrotecnica.jpg

DT-ET008

DidaLogo! - Treinador em Relé Programável

O sistema é baseado em um painel tipo bancada com rodízio, contendo um relé programável Logo! e chaves para simulação de entradas para o estudar a aplicação de relé programável.

Programa Didático

  1. Conhecer as funções e blocos do relé programável Logo!
  2. Programação e teste das entradas digitais.

DT-ET009

Didasensor

O sistema é baseado em um painel tipo bancada, contendo os principais sensores utilizados em aplicações industriais, cujos experimentos abrangem o funcionamento de sensores analógicos e digitais, alteração de parâmetros físicos, medição de respostas e conversão de um sinal analógico para saída digital, entre outros.

Programa Didático

  1. Estudar sensores analógicos e aplicações.
  2. Estudar sensores digitais e aplicações.
  3. Desenvolver experimentos aplicando sensores.
  4. Utilizar um supervisório para controle de uma aplicação com sensores.
  5. Utilizar instrumentos para medição de sinais e controle de sensores.
  6. Conhecer o princípio de funcionamento dos sensores e suas aplicações.

Saiba mais

DT-ET010

Didasensor Light

O sistema é baseado em um painel tipo bancada com rodízios, contendo os  sensores básicos utilizados em aplicações industriais, cujos experimentos abrangem o funcionamento de sensores analógicos e digitais, alteração de parâmetros físicos e medição de respostas.

Programa Didático

  1. Estudar sensores analógicos e aplicações.
  2. Estudar sensores digitais e aplicações.
  3. Desenvolver experimentos aplicando sensores.
  4. Utilizar um supervisório para controle de uma aplicação com sensores.

DT-ET011

Sistema de Treinamento e Análise de Máquinas Elétricas Rotativas

O sistema é constituído por componentes industriais para acionamento, controle e simulação de carga dos motores elétricos e por um sofisticado sistema de análise em tempo real, por onde é possível capturar e visualizar graficamente os dados de grandezas elétricas e mecânicas relevantes para o estudo de máquinas elétricas rotativas.

Programa Didático

Máquina CC

  1. Levantamento dos dados característicos da máquina
  2. Variação do comportamento da máquina com variação da carga
  3. Controle em malha aberta e malha fechada
  4. Parametrização do conversor CA/CC
  5. Regulação PID
  6. Relação entre a variação térmica e as características de funcionamento da máquinas CC 

Máquina monofásico

  1. Levantamento dos dados característicos do motor
  2. Variação do comportamento da máquina com variação da carga
  3. Análise do transiente de partida
  4. Análise do rendimento
  5. Análise do consumo de energia e demanda
  6. Especificação de motores monofásicos
  7. Relação entre a variação térmica e as características de funcionamento do motor monofásico

Motor trifásico

  1. Levantamento dos dados característicos do motor
  2. Levantamento da curva Torque X Rotação
  3. Variação do comportamento da máquina com variação da carga
  4. Análise de escorregamento
  5. Análise do transiente de partida direta
  6. Análise do rendimento
  7. Análise do consumo de energia e demanda
  8. Especificação de motores trifásicos
  9. Análise do transiente de partida estrela/triângulo
  10. Efeito da variação do tempo de comutação de estrela para triângulo
  11. Comportamento do motor trifásico com partida estela/triângulo com diferentes tipos de cargas
  12. Análise do transiente de partida utilizando Soft starter
  13. Parametrização de Soft starter (rampas, limites de corrente e etc.)
  14. Comportamento do motor trifásico acionado por Soft starter com diferentes tipos de cargas (bombas, ventiladores, esteiras e etc.)
  15. Análise da oscilografica da forma de onda das tensões e correntes aplicadas ao motor pelo Soft starter
  16. Comparação entre partida estela/triângulo e por Soft starter
  17. Especificação de um Soft starter
  18. Análise do transiente de partida utilizando inversor de frequência
  19. Parametrização de inversor de frequência (rampas, frequência de acionamento, limites de corrente, frequência de chaveamento e etc.)
  20. Comportamento do motor trifásico acionado por inversor de frequência com diferentes tipos de cargas (bombas, ventiladores, esteiras e etc.)
  21. Análise de escorregamento e parâmetro de escorregamento zero
  22. Análise da oscilografica da forma de onda das tensões e correntes aplicadas ao motor pelo inversor de frequência
  23. Análises da relação entre frequência e torque
  24. Analise de funcionamento de inversor em modo escalar e vetorial
  25. Regulação PID do inversor de frequência
  26. Comparação entre partida direta, estela/triângulo, Soft starter e inversor de frequência
  27. Especificação de um inversor de frequência
  28. Relação entre a variação térmica e as características de funcionamento do motor trifásico

thumb-eletrotecnica.jpg

DT-ET012

Simulador para Estudo Sistemas Elétricos de Perfuratrizes em Plataformas de Petróleo

Programa de formação em tecnologia de Sistemas Elétricos de Perfuratrizes em Plataformas de Petróleo. Em uma plataforma, um sistema de perfuração de poço é classificado de acordo com sua capacidade de perfuração (profundidade máxima que pode atingir). 

Programa Didático

  1. Principais componentes de uma instalação elétrica típica de uma instalação de capacidade médio de perfuração de petróleo: alternadores, motores Diesel, conjuntos SCR, acionamento CC de motores, centro de controle motor,  etc.
  2. Layout das unidades na plataforma.
  3. A instalação elétrica de uma plataforma de perfuração de petróleo.
  4. Procedimentos paralelos de alternadores.
  5. Uso de instrumentos específicos para aperfeiçoar o desempenho dos motores diesel impedindo-os de desgaste, e para economia de combustível.
  6. Potência ativa e reativa, sobrecarga e subcarga de conjuntos de geradores.
thumb-eletrotecnica.jpg

DT-ET013

Sistema de Estudo de Eletrônica de Potência

O sistema foi projetado com componentes industriais especialmente montados em uma estrutura didática, visando a formação profissional de alunos, cobrindo desde os fundamentos da tecnologia até aplicações avançadas de eletrônica de potência.


thumb-eletrotecnica.jpg

DT-ET014

Sistema Integrado de Geração-Propulsão

A unidade DT-ET014 é um Sistema Integrado de Energia Elétrica. Esta unidade é um modelo em escala, perfeitamente operacional, de sistemas tais como:

  • Locomotivas
  • Navios de Guerra e Mercantes
  • Plataformas de petróleo on-shore e off-shore

O sistema DT-ET014 consiste em duas seções bem definidas:

1 – Geração

Dois conjuntos motor-gerador (MG), com alternadores sem escovas (como os usualmente incluídos nos sistemas supracitados) e motores elétricos como acionadores.

Controle dos conjuntos MG: inclui todos os dispositivos de controle e proteção do motor e do alternador
Esse sistema permite o paralelo automático e manual dos dois conjuntos MG.

Como o consumo de energia varia em função da demanda dos motores do sistema, a potência média consumida precisa ser aproximadamente 80% da potência instalada, de modo que o desempenho de motores Diesel seja otimizado e o desgaste seja evitado. Assim, os geradores são conectados/desconectados dos barramentos conforme as necessidades; os operadores são auxiliados nesta operação por um instrumento especial.

2 – Consumo

A maioria da energia elétrica produzida é consumida pelos motores de Tração/Propulsão; a potência remanescente é consumida pelos serviços auxiliares.

Tradicionalmente, os grandes motores de Tração/Propulsão eram motores DC, com acionamentos SCR eletrônicos, porque o rpm dos motores DC pode ser controlado mais facilmente. Porém, a manutenção desses motores é difícil, e são inseguros quando operam em ambientes perigosos (gases e/ou pós potencialmente explosivos, como em plataformas de petróleo).

Essa é a razão pela qual os motores DC foram recentemente substituídos por motores trifásicos tipo gaiola de esquilo, com inversores eletrônicos controlados por microprocessadores: a manutenção desses motores é fácil e podem ser usados com segurança em ambientes perigosos, mas seus elementos de controle eletrônico são complexos e caros.

Se necessário, dois ou mais transformadores trifásicos podem ser conectados para ajustar a tensão de saída (por ex.: 600 V) ao nível da tensão padrão de serviços auxiliares (110 ou 220 V para iluminação; 400 ou 480 V para alimentação de centros de controle de motor).


DT-ET015 - Eletrônica Industrial Avançada

Clique aqui para conhecer todos os equipamentos>


dt-et016.jpg

DT-ET016

Automação de Portas Corrediças

O conjunto de módulos para instalações domésticas dói projetado especificamente para montar, analisar e testar instalações usando dispositivos elétricos cuja funcionalidade é gerenciada por componentes eletrônicos ou microeletrônicos. 

Programa Didático

  1. Sistema para controle automático de portas por CLP (unidade de radiocontrole), sensores e unidade de acionamento com interruptores.

DT-ET017 - Instalações Elétricas Industriais

Clique aqui para conhecer todos os equipamentos>


Laboratório de Ensino Integrado

 
 

DT-ET043

dt-et043.jpg

Sistema de Estudo em Inversor para Motor Assíncrono Trifásico

O servomecanismo escalar V/Hz para motores assíncronos trifásicos é o mais usado em aplicações de baixa e média potência, devido ao seu custo reduzido e bom desempenho. Algumas aplicações desse servomecanismo são: controle de velocidade para ventiladores, compressores, bombas, máquinas elétricas de perfuração.

Nesse contexto, este equipamento foi projetado e desenvolvido para permitir estudos teóricos e experimentais em servomecanismos escalares V/Hz para motores assíncronos trifásicos com controle PWM senoidal. A potência do servomecanismo, as soluções de circuito e os componentes usados permitem o desenvolvimento de programa educacional baseado em um produto totalmente industrial, e não apenas um sistema em escala reduzida. 

Programa didático

  1. Motor assíncrono trifásico: características mecânicas e elétricas.
  2. Circuitos equivalentes.
  3. Estrutura do servomecanismo escalar V/Hz.
  4. Campos de aplicação.
  5. Análise do inversor trifásico IGBT.
  6. Modulação senoidal trifásica PWM.
  7. Formas de onda de voltagem nas fases de motor.
  8. Formas de onda de corrente nas fases de motor.
  9. Variação da frequência de controle.
  10. Relação set-point/frequência/velocidade.
  11. Rampa de aceleração/desaceleração.
  12. Resposta dinâmica do sistema.
  13. Análise e uso de um software de supervisão para PC em operações de ajuste e leitura de velocidades.
  14. Gráficos de velocidade/corrente.
  15. Práticas de localização de defeitos no servomecanismo.

DT-ET044

Sistema de Estudo em Servomecanismo para Motor sem Escovas

Os motores sem escovas são máquinas síncronas com rotor de ímã permanente, e, consequentemente, sem escovas. 

As características mecânicas e elétricas desses motores são muito superiores às dos motores DC e AC tradicionais.

Os motores sem escovas são tipicamente empregados em aplicações que necessitam de alguns kW, tais como controle de periféricos de computadores, automação industrial, robôs e servomecanismos de velocidade variável para bombas de aquecimento. 

Nesse contexto, o equipamento DT-ET044 é o instrumento necessário para um estudo analítico-experimental de alto nível de tópicos referentes a servomecanismos elétricos para motores sem escovas. 

A potência do servomecanismo, as soluções de circuito e os componentes usados fazem com que o programa de treinamento seja desenvolvido com um produ¬to totalmente industrial, e não com um sistema simulado.

Programa didático 

  1. Motor AC sem escovas: características mecânicas e elétricas. 
  2. Transdutores de posição: o “resolvedor”. 
  3. Controle de velocidade com malha dupla de velocidade-corrente. 
  4. Estrutura do servomecanismo. 
  5. Área de aplicação. 
  6. Análise do estágio de potência com transistor IBGT. 
  7. Arquitetura do microcontrolador. 
  8. Rampas de aceleração e desaceleração. 
  9. Detecção de formas de onda de tensão e de corrente nas fases do motor. 
  10. Alteração dos parâmetros de controle. 
  11. Resposta dinâmica do sistema. 
  12. Análise e uso do software de supervisão em exercícios de ajuste/ leitura de velocidade. 
  13. Gráficos de velocidade/corrente. 
  14. Resolução de problemas no servomecanismo. 

DT-ET045

Sistema de Estudo em Servomecanismo para Motor DC-shunt

O motor DC-shunt é um motor de corrente contínua em que o campo do rotor é gerado por um circuito de excitação externo, de modo a obter um campo constante ou variável. O acionamento do motor DC-shunt proposto no equipamento DT-ET045 é do tipo AC/DC com tiristor (SCR).

Este acionamento foi, historicamente, o primeiro entre os acionamentos DC. Entretanto, não é de modo algum obsoleto; de fato, sua robustez, seu baixo custo em relação à potência controlada e os campos de aplicação fazem desse mecanismo um produto indispensável na indústria. 

O sistema DT-ET045 é, dentro de um laboratório de servomecanismos, o instrumento necessário para o estudo teórico-prático de alto nível dos tópicos referentes a servomecanismos AC/DC de tiristor para motores DC-shunt. 

Este equipamento permite analisar a potência de acionamento, os circuitos e os componentes utilizados, de modo que o programa de formação possa se desenvolver com um produto totalmente industrial, e não com um simulador.

Programa didático 

  1. Motor DC-shunt com excitação separada: características mecânicas e elétricas.
  2. Estrutura do servomecanismo SCR bidirecional.
  3. Área de aplicação.
  4. Formas de onda de corrente e tensão no motor.
  5. Controle de velocidade com tacogerador.
  6. Controle de velocidade com malha de corrente interna.
  7. Reguladores PI.
  8. Calibração de controlador proporcional ação-velocidade.
  9. Calibração de controlador proporcional ação-corrente.
  10. Ação integradora.
  11. Razão set-point/ângulo de ignição/SCR /velocidade.
  12. Rampas de aceleração e desaceleração.
  13. Sinal de sincronismo.
  14. Sinal produzido pelo modulador.
  15. Resposta dinâmica do sistema.
  16. Análise e uso do software de supervisão em operações de ajuste/ leitura de velocidade e gráficos de velocidade/corrente.
  17. Resolução de problemas no servomecanismo.

DT-ET046

Sistema de Estudo em Servomecanismo de Controle Vetorial Orientado por Campo para Motor Assíncrono Trifásico

Nos últimos anos, a tecnologia de controle vetorial orientado por campo tem se tornado dominante. 

Usada com motores assíncronos trifásicos, ela permite alcançar desempenhos de torque e de velocidade superiores aos obtidos com tecnologia escalar tradicional.

O servomecanismo de controle vetorial orientado por campo para motor assíncrono trifásico DT-ET046 permite aos estudantes aprender, demonstrar e experimentar os principais conceitos de controle orientado por campo, enriquecendo os conhecimentos teóricos pessoais com os aspectos práticos de projeto e manutenção industrial. 

A potência do servomecanismo, as soluções de circuito e os componentes usados fazem com que o programa de treinamento seja desenvolvido com um produto totalmente industrial, e não com um sistema simulado.

Programa didático

  1. Motor assíncrono trifásico: características mecânicas e elétricas. 
  2. Controle vetorial orientado por campo (F.O.C.). 
  3. Controle de torque e velocidade. 
  4. Análise do inversor trifásico IGBT. 
  5. Modulação vetorial “vetor espacial”. 
  6. Formas de onda de tensão/corrente nas fases do motor 
  7. Resposta dinâmica do sistema. 
  8. Programação do servomecanismo via teclado ou PC com software dedicado. 
  9. Análise e uso do software de aquisição de dados do PC. 
  10. Resolução de falhas no servomecanismo. 

DT-ET047

Sistema de Estudo em  Servomecanismo para Motor DC de Imãs Permanentes

Tradicionalmente, os servomecanismos para motores DC de ímã permanente têm sido usados em aplicações referentes a controle de velocidade e posição. 

Embora o uso recente de servomecanismos AC nessas aplicações tenha aumentado bastante, os servomecanismos DC ainda são usados devido a seu baixo custo inicial e seu desempenho excelente.

Neste contexto, o equipamento DT-ET047 representa o instrumento necessário para o estudo teórico-prático de alto nível dos tópicos referentes a servomecanismos bidirecionais de motores DC de ímã permanente, com técnicas de controle PWM. 

A potência do servomecanismo, as soluções de circuito e os componentes usados fazem com que o programa de treinamento seja desenvolvido com um produto totalmente industrial, e não com um sistema em escala reduzida.

Programa didático

  1. Motor DC de ímã permanente: características elétricas e mecânicas.
  2. Controle de velocidade de uma malha com tacogerador e retroalimentação de armadura.
  3. Controle de velocidade com malha de controle interna.
  4. Estrutura do servomecanismo bidirecional de 4 quadrantes.
  5. Área de aplicação.
  6. Análise do estágio de potência com ponte em configuração “H”.
  7. Ajuste de zero.
  8. Ajuste de velocidade máxima.
  9. Controladores PID.
  10. Regulagem de ganho proporcional-integral.
  11. Regulagem de ação derivativa.
  12. Razão set-point/ciclo de trabalho/velocidade.
  13. Resposta dinâmica do sistema.
  14. Análise e uso do software de supervisão em operações de ajuste/ leitura de velocidade e gráficos de velocidade/corrente.
  15. Resolução de problemas no servomecanismo.

DT-ET048

Sistema de Estudo em Tecnologia de Motor Linear (LM)

Equipamento projetado para ensino deste tipo especial de máquina elétrica, cada vez mais importante em sistemas de automação.


DT-ET049

Controle de Velocidade para Motores Trifásicos 

Para estudar o controle de velocidade de motores trifásicos.

Programa Didático

  1. Transdutores de velocidade: codificador óptico.
  2. Detecção das características de um transdutor de velocidade optoeletrônico (codificador).
  3. Estudo e calibração do condicionador de sinal para transdutor optoeletrônico.

DT-ET050

Sistema Computadorizado de Medidas Elétricas e Ensaios de Laboratório, com Software de Controle

Sistema computadorizado de medidas elétricas e de ensaios de laboratório, aplicável a circuitos ou máquinas elétricas rotativas e estáticas.

Através de transdutores, o PC pode aquisitar as grandezas desejadas, apresentá-las na forma relatório para impressão ou elaborá-las na forma gráfica. 

Clique aqui para conhecer os acessórios do sistema>


DT-ET051

Painel de Monitoramento de Consumo de Energia Elétrica por Rede SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition)

Painel especificamente projetado para estudo de redes de monitoramento de energia elétrica (SCADA). Neste contexto, "redes de monitoramento de energia elétrica" descreve os diferentes modos pelos quais os dados coletados podem ser transferidos e posteriormente compartilhados, para satisfazer os requisitos do usuário. 

Programa didático e modos de ligação

  1. Uso de instrumento digital para medir os parâmetros elétricos de rede (usuários de linhas mono/trifásica).
  2. Conexão direta de um instrumento digital com um PC via porta USB para aquisição de dados e software de controle específico.
  3. Conexão de um instrumento digital via porta LAN para aquisição de dados, software de controle e data-logger.
  4. Conexão de instrumento digital com um PC remoto via porta serial RS485 e interface RS485/RS232.rial RS485 e interface RS485/RS232.
  5. Conexão de 3 instrumentos digitais com um PC remoto via porta serial RS485 e interface RS485/RS232
  6. Conexão LAN de 2 instrumentos digitais com uma chave/ponto de acesso. Acesso aos dados via PC/Smartphone com rede LAN/Wi-Fi
  7. Conexão combinada via LAN de 2 instrumentos digitais e um terceiro instrumento via rede RS485. Aquisição de dados com software e data-logger. 

 

DT-ET052

Simulador para Estudo de Navios com Propulsão Elétrica

Atualmente, as modernas embarcações civis e bélicas possuem propulsão elétrica, por causa das vantagens oferecidas por este sistema em comparação a outros. 

Objetivos e Programa didático

Este simulador se propõe a ser uma introdução teórico-prática a dois tópicos básicos da moderna propulsão marítima:

  1. Estudo de sistemas elétricos de propulsão marítima:
    • geração de potência elétrica (prime movers, alternadores).
    • motores usados em propulsão marítima.
    • acionamentos eletrônicos.
    • elementos acessórios para o controle de potência elétrica.
    • exemplos de configurações de circuitos conforme o tipo de navio.
    • exemplos de layout dos componentes no interior do navio.
  2. Estudo da dinâmica do navio:
    • resistência da corda de reboque (towrope) e seus fatores constituiuntes.
    • cálculo da potência necessária à propulsão.
    • eficiência da cadeia energética.
    • exemplos de movimentos do navio conforme o acionamento usado.


DT-ET053

Sistema Integrado de Geração Propulsão - 
Seção de Propulsão-Consumo

Programa didático

  1. Exemplo de um Sistema Integrado de Geração-Propulsão: 
    • descrição da instalação elétrica de um equipamento de perfuração de petróleo.
  2. Instalações elétricas em áreas com risco de explosão.
  3. Acionamentos com motor DC:
    • estudo de motores DC. Exemplos de grandes motores DC usados nas torres de perfuração de petróleo.
    • unidade de controle SCR, componentes e dispositivos de controle de potência.
    • atribuição lógica da unidade de controle SCR – motor.
    • teste sem carga de motores DC.
    • teste em motor DC com carga inercial, a diferentes RPMs.
    • teste em motor DC com carga variável (freio de corrente parasita), a diferentes RPMs.
  4. Acionamentos com motor AC:
    • estudo de motores assíncronos trifásicos. Exemplos de grandes motores AC usados nas torres de perfuração de petróleo.
    • unidades de controle PWM: dispositivos e componentes de controle de potência.
    • desempenho de motores assíncronos trifásicos quando usados com inversores.
    • lógica de atribuição inversor-motor.
    • frenagem do motor e circuitos de economia de energia.
    • teste sem carga de motores assíncronos trifásicos.
    • teste em motor assíncrono trifásico com carga inercial, a diferentes RPMs.
    • teste em  motor assíncrono trifásico com carga variável (freio de corrente parasita), a diferentes RPMs.
  5. Teste com acionamentos combinados de motores AC e DC:
    • com diferentes cargas e a diferentes RPMs.
    • exibição (no osciloscópio) da deformação da tensão de saída em função da carga (sistema operando juntamente com o painel mod. PGP-1/EV).
    • diagramas de parâmetros elétricos em função da carga (serviços, motores, operação combinada com painel PGP-1/EV).
  6. Outros circuitos de potência: 
    • estudo de freio de correntes parasitas.
 

DT-ET054

Sistema Integrado de Geração-Propulsão – 
Seção Geração Elétrica

Programa didático

  1. Exemplo de um sistema integrado de geração-propulsão: descrição da instalação elétrica de uma plataforma de petróleo.
  2. Instalações elétricas em áreas de risco.
  3. Geração de energia elétrica:
    • grupos motor-alternador usados nos Sistemas Integrados de Geração-Propulsão.
    • estudo do alternador trifásico sem escovas.
    • dispositivo de controle e regulação da tensão produzida.
    • dispositivo de controle e regulação da potência reativa e de partição da mesma quando as máquinas giram em paralelo.
    • dispositivo (relê eletrônico) de proteção contra sobrecarga; ajuste dos parâmetros do relê.
    • dispositivo (relê eletrônico) de proteção contra os limites de máx./mín. tensão produzida; ajuste dos parâmetros do relê; relação com a excitação do alternador.
    • dispositivo (relê eletrônico) de proteção contra os limites de máx./mín. frequência da tensão produzida; ajuste dos parâmetros do relê; relação com o rpm da máquina primária.
    • dispositivo (relê eletrônico) de proteção contra sequência errônea da sequência trifásica, falta de uma fase e desequilíbrio entre as fases; ajuste dos parâmetros do relê.
    • ação dos dispositivos de segurança acima mencionados sobre a chave principal do conjunto M-G 
    • paralelo de alternadores.
    • instrumento para medida e otimização do valor percentual da potência (ativa) consumida em função da potência total disponível nas barras; utilidade e programação deste instrumento.
    • visualização das formas de onda produzidas no osciloscópio; efeito dos diversos tipos de carga.
    • análise harmônica da tensão e da corrente em função dos diversos tipos de carga.
    • estudo do transformador trifásico em vazio e com carga (transformador e cargas fornecidos separadamente).

DT-ET055

Painel para Estudos Básicos em Engenharia Elétrica

Este equipamento foi projetado para um aprendizado fácil e básico sobre engenharia elétrica geral, instalações e medidas elétricas.
Ele fornece os meios para testar leis e princípios básicos, graças aos componentes elétricos disponíveis, que podem ser conectados um ao outro em diferentes configurações.

Programa didático

  1. Engenharia elétrica e medidas gerais.
  2. Instalações elétricas